Adspace 728x90

Escola Everaldina Argolo do Carmo é inaugurada em Crisópolis

A Prefeitura de Crisópolis, através da Secretaria Municipal de de Educação e Cultura (Seduc), realizou na sexta-feira (01 de maio) a inauguração da Escola Municipal Everaldina Argolo do Carmo “Maria de Jessé”, localizada na Praça Doze de Março, no centro de Crisópolis.

Com a obra de reforma e ampliação, a escola passa a ter uma nova estrutura física dotada de salas de aulas, diretoria, cantina, banheiros coletivos masculinos e femininos, além de um amplo espaço recreativo coberto.

A solenidade contou com a presença do Prefeito Edinal Costa, do ex-prefeito José Santana, da primeira dama, Linete Francisca, secretário de educação Lúcio Silva, demais secretários municipais, vereadores, irmãos, familiares e amigos de Everaldina Argolo do Carmo “Maria de Jessé” (em memória), a qual fora homenageada. Um grande público vivenciou a inauguração de uma bela escola a qual levará o nome de uma ilustre cidadã crisopolense, qual representa a essência desta terra, pessoa de muita sabedoria no convívio familiar e amigável, sensível às necessidades do próximo, sempre muito simpática acolhia a todos com muito carinho.

O Prefeito Municipal e a simpática Jéssua Argolo, irmã da homenageada, removeram o pano que cobria a placa inaugural, acompanhados dos demais membros da família e vereadores selando a entrega da unidade pronta.

Ficou com a professora Mônica Saldanha a responsabilidade de transmitir a linda homenagem do célebre professor, Dr. Eduardo Dantas, honrado crisopolense que com muita sabedoria leva o nome da sua terra para os quatro cantos do estado e porque não, do País.

CONFIRA A ÍNTEGRA:

Reforma e ampliação da Escola Municipal Everaldina Argolo do Carmo

Toda escola tem um pouco de casa, porque é lugar em que a gente se forma para ser e para conviver. A escola é espaço de crescer, a partir do exercício cotidiano de cuidado com outro. E é muito bonito que essa escola, casa tão especial para a história de nossa cidade, lugar de ser, conviver e crescer, receba o nome de Everaldina Argolo do Carmo, Maria de Jessé, neste primeiro dia do mês das mães.

Dar o nome de alguém a uma escola significa não apenas o reconhecimento da importância desse alguém para a memória das gerações futuras, mas, acima de tudo, que foram identificadas, no indivíduo homenageado, características que o colocam em uma posição de referência para o trabalho que o projeto político-pedagógico da instituição de ensino almeja realizar. O nome, portanto, mais que uma simples homenagem, é um sinal de comprometimento da instituição com os valores, a ética e a forma de viver e existir daquele que lhe empresta um nome. É uma homenagem, sim, mas é também uma responsabilidade. 

Essa fala, nesse contexto, poderia seruma forma de reconhecer a homenagem que está sendo feita. Poderia tentar biografar a homenageada em algumas linhas e poderia até se revelar como uma forma de a família, emocionada, dizer aos responsáveis por essa iniciativa quão maravilhoso é poder estar nesse encontro, participando desta ação de graças a Deus e fazendo memória do tempo em que teve a dádiva de viver aqui na terra com Maria. Entretanto, considerando a beleza de estarmosem uma escola reformada e ampliada, onde os pequenos cidadãos de nossa terra serão preparados para se tornarem mulheres e homens grandes em dignidade, não podemos deixar de considerar a importância de que esta homenagem se mostre também como uma forma de pensar os princípios de educação que aqui devem se construir.

Consideramos, assim, que o nome Everaldina Argolo do Carmo pode sugerir que esta escola seja para os nossos pequenos cidadãos o mesmo que Maria de Jessé foi – e ainda é – para suas crianças e os adultos: lugar de acolhimento, de crescimento, de cuidado.

Que essa escola sejaum lugar de abraço. Não no sentido de que a ela deva suprir as carências de nossas problemáticas estruturas familiares, mas na percepção de que esta casa se apresente para a comunidade da Vila Rica como um lugar de segurança física e emocional e de cuidado seguro, como foi Maria. Abraçar, aqui, significa certamente aquele contato entre as professoras e as crianças que vêm ao seu encontro, mas abraçar também pode ser todo gesto de doação e dedicação dessas professoras, dos técnicos escolares, da comunidade local para a plena formação para os valores que sustentem uma lógica de promoção da vida e de valorização e fortalecimentos dos laços humanos. 

A casa de Maria sempre foi lugar de equiparação e igualdade de oportunidades. Lá, ninguém nunca se sentiu desprezado ou menos importante. Talvez os que conviveram pouco com ela não tenham noção de como a memória de acolhimento justo é presente nos que cresceram brincando de elevador no quintal de sua casa. As crianças que cresceram enquanto faziam paneladas ali não aprenderam apenas a serem pessoas de bem, mas a cuidar dos outros, a inclui-los naquilo que era possível, a reclamar seus direitos quando seu espaço era invadido e a procurar uma adulta segura para resolver seus conflitos e questões. E a escola deve ser assim, como o quintal de Maria: lugar em que a gente aprende a considerar o espaço e a vez do outro e a exercitar o respeito, independentemente da quantidade de brinquedos que alguém carregue, do lugar em que more, do sobrenome que assine e do poder que tenha ou pareça ter. 

Que esta casa seja, portanto, naquilo que lhe cabe e é possível, um espaço para a atualização dos valores que nortearam a vida de Maria de Jessé e a ajudaram a educar os que com ela conviveram. Que a ética do cuidado, do carinho e do acolhimento sejam motivadoras das ações pedagógicas realizadas, a fim de que, crescidas, as crianças aqui formadas lembrem-se deste espaço com a mesma memória de afeto que dá sentido às lembranças dos que brincaram e conviveram no quintal da casa branca com uma palmeira na frente. E que todostenhamos o orgulho de dizer que, nascidos, criados e educados nesta terra, fazemos a diferença nos espaços em que estamos, porque fundamentamos a nossa existência em árvores fecundas, que cresceram à beira de um caudaloso rio, como foi Maria, como pode ser essa escola.

Crisópolis, 01 de maio de 2015.

O secretário de educação Lúcio Silva, em seu discurso ressaltou a nobreza da atitude do prefeito em homenagear pessoas da cidade a exemplo de Everaldina Argolo “Maria de Jessé” uma cidadã que viveu com sabedoria e soube transmitir uma mensagem de amor e compaixão para todos. Agradeceu também pela confiança dada a ele na direção da Pasta Municipal da Educação, exaltando a importância de oportunizar aos filhos desta terra a chance de mostrar que são capazes.

Em seu discurso o Prefeito Municipal ficou muito emocionado e emocionou o público presente em relatar a história de vida da homenageada que fora sua grande amiga e que aquele local certamente simbolizava a grandeza da senhora “Maria de Jessé”.



Por final, Jéssua agradeceu a todos os presentes, em especial ao prefeito Edinal Costa, pela homenagem à saudosa ‘Maria’ ressaltando a importância daquele momento.





























Crisópolis em Foco: Informação e cidadania. #Compartilhe!


  • Comentários Blogger
  • Comentários Facebook

1 comentários:

  1. Olá, quero aqui parabenizar a prefeitura de Crisópolis na pessoa do prefeito Ednal Costa, pelo singelo ato de consideração e amizade a família Argôlo. Eu, assim como meus familiares e amigos, nos sentimos muito felizes com esse ato de cordialidade da prefeitura municipal. Mas, tenho também a plena certeza de que esta homenagem, por ser em nome de Everaldina Argôlo do Carmo a "tia Maria" de todos, é extremamente merecida. Embora, não deixando de ressaltar, que o nosso maior e principal desejo era de estar partilhando com ela em vida, também de momentos especiais, semelhantes a este. Contudo, somos seres humanos e entendemos também que a sua repentina partida, foi de acordo á vontade de Deus. Portanto, quero mais uma vez agradecer a toda a equipe da prefeitura municipal de Crisópolis que trabalhou e se empenhou para que tudo isto fosse possível, o meu muito obrigada a todos(as) de coração. E em especial ao nosso querido amigo Ednal Costa, eu lhe desejo muita força e fé em sua caminhada. um forte abraço e que Deus abençõe a todos.
    Quéssia, André e filhos.

    ResponderExcluir

Item Reviewed: Escola Everaldina Argolo do Carmo é inaugurada em Crisópolis Rating: 5 Reviewed By: Hamilton Bispo