Adspace 728x90

Bahia: Inadimplência preocupa comércio e economistas

Especialistas já demonstram preocupação com o mal da inadimplência, devido à proximidade das férias, Copa do Mundo e demais eventos na região. De acordo com análises da Câmara de Dirigentes e Lojistas, cerca de 37% dos baianos que estão com o nome no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) se endividaram com cartão de crédito, maior causa do alto número de nomes sujos.

Um dos destaques de novos usuários deste método de pagamento é a classe E, que vem ganhando espaço na região com empresas e produtos voltados exclusivamente para este público. Em 2013, a população mais pobre contribuiu com participação de 16,8% nos pedidos de crédito, segundo pesquisa sobre o perfil dos consumidores do produto financeiro.

Ainda segundo a pesquisa, a classe E é o grupo com maior risco de não manter o pagamento, cerca de 58%. A probabilidade de inadimplência para tal público é de 40% em um período de um ano após a contratação do empréstimo.

A orientação para todos os públicos é não perder o controle dos gastos diante dos eventos. A sugestão é que presentes, passeios ou itens relacionados ao lazer sejam pagos à vista, sempre que possível. Parcelas altas e com longa duração devem ser evitadas. Concentrar todas as compras em apenas um cartão é outra forma de controlar as dívidas.

Também é necessário que alguns aspectos sejam levados em conta, como taxas, impostos, prazos e formas de pagamento. Para quem adquire cartões com métodos acumulativos de pontos, é interessante fazer uma avaliação sobre o produto e entender os benefícios que ele oferece. Para quem possui cartão do tipo co-branded, a atenção com a inadimplência precisa ser redobrada. Este tipo de cartão carrega o logotipo da administradora e o da marca do contratante, como Cartão Carrefour, Cartão C&A e outros do mesmo tipo.

Os cartões de crédito nacionais são aceitos apenas no país e suas taxas anuidade e limites são menores, ideal para quem tem menos poder aquisitivo.
Já cartões internacionais possuem taxas e limites maiores, mas oferecem benefícios como seguros e saques no exterior. Cartões Platinum são indicados e oferecidos para clientes com grande movimentação das finanças. É um dos cartões com as maiores taxas e benefícios oferecidos.

Criar um planejamento, ler a fatura atentamente e questionar cobranças suspeitas também é fundamental para não cair na inadimplência.

Por Patricia B.S para o Portal Crisópolis em foco


  • Comentar via Blogger
  • Comentar via Facebook
Item Reviewed: Bahia: Inadimplência preocupa comércio e economistas Rating: 5 Reviewed By: Cadu Farias