Adspace 728x90

Após apreensão em Esplanada, policia civil alerta sobre riscos das redes sociais e aplicativos

Adolescentes e jovens, a cada dia que passa tem expressado livremente sua sexualidade através de computadores e celulares nas redes sociais, sem muitas vezes pensar na exposição e dimensão pública dos seus atos. O compartilhamento desses conteúdos tem sido transmitidos de maneira viral na rede e esse problema já atinge a cidade de Esplanada e região. 

O sexting é uma nova forma de bullying cibernético , cada vez mais frequente entre os jovens. Que consiste em enviar mensagens ou fotos sexualmente explícitos de forma eletrônica, principalmente entre telefones celulares.

Depois que uma foto é enviada, você perde o controle dessa imagem e é impossível te-la de volta. A pessoa que a recebe pode encaminhá-la, copiá-la, postá-la on-line ou compartilhá-la com alguém. Além do prejuízo emocional que pode surgir do fato de sua imagem sexual ser compartilhada com a comunidade, existe o dano à sua reputação. 
Com a febre do WhatsApp Messenger que é um aplicativo de mensagens que permite trocar mensagens pelo celular sem pagar por SMS, a troca de imagens sensuais ou sexualmente explicitas se tornou uma prática que vem causando sérios problemas às famílias .

No dia 10 de novembro de 2013, uma estudante de 17 anos teria cometido suicídio no Piauí após divulgação de vídeo íntimo no Whatsapp. Júlia Rebeca, 17 anos, foi encontrada morta em seu quarto no município de Parnaíba, a 318 quilômetro da capital, Teresina. A família denunciou que a estudante teria se matado após ser espalhada uma gravação em que ela aparece fazendo sexo com duas pessoas - um rapaz e uma outra garota.

Outros casos idênticos circulam pela internet, contudo, muitos jovens ainda não se deram conta do risco que correm ao expor suas fotos intimas por meio de telefone ou computador.

Essa semana a delegacia de Polícia de Esplanada, foi procurada por uma família, que registrou um Boletim de Ocorrência informando que sua filha, menor de 13 anos, estava sendo ameaçada e chantageada por um indivíduo, o qual estava obrigando a menor a manter com ele relações sexuais, uma vez que a mesma era virgem e caso a menor se negasse a concretizar o ato sexual, o indivíduo iria publicar na internet fotografias sensuais da menor, adquiridas pelo mesmo em conversar através do WhatsApp.

Orientada pela polícia a família mandou que a menor cedesse a chantagem do indivíduo e marcasse com o mesmo um encontro. No dia 22/05/2014(quinta-feira) policiais civis ficaram de campana nas imediações de uma Pousada deste Município e flagraram quando o indivíduo por volta das 09:00 horas tentava adentrar a Pousada em companhia da menor.

Ao ser feita uma abordagem no infrator, o mesmo declinou que tratava-se de menor de 17 anos e negou as chantagens e ameaças, contudo, a polícia de posse de gravações das conversas mantidas, apreendeu o mesmo em flagrante por prática de Ato infracional. 

Especificamente com relação ao consumo de conteúdos de pornografia infantil, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (Art. 241 -A) é crime oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio de comunicação, inclusive rede mundial de computadores ou Internet,fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente, é considerado como uma violação de direitos de seres em condição peculiar de desenvolvimento. 

O menor encontra-se apreendido à disposição do Ministério Publico desta Comarca que representará pela internação do mesmo em instituição socioeducativa.

Com informações da PC
Imagem ilustrativa
Esplanada News


  • Comentar via Blogger
  • Comentar via Facebook
Item Reviewed: Após apreensão em Esplanada, policia civil alerta sobre riscos das redes sociais e aplicativos Rating: 5 Reviewed By: Hamilton Bispo