Nelson Almeida Santiago, conheça a História desse grande homem que tanto contribuiu para a construção de Crisópolis

Às vésperas do dia em que completaria 74 anos, nada mais justo do que prestar esta singela homenagem a este homem que tanto contribuiu para a educação, o patriotismo e a construção desta cidade. 

Com seus 41 anos de serviços prestados a esta cidade, o saudoso Professor Nélson, foi-se enrobustecido de orgulho de ter participado de forma direta ou indireta da construção de cada estrutura e de cada conquista que esta cidade ostentou ao longo de sua história. Há de ser lembrado também pelo seu legado de excepcionais profissionais que tiveram a honra de passar pelo seu crivo como exímio educador que fora.

Saudades eternas, desse pequeno grande homem. Que partiu deixando uma lacuna que jamais será preenchida por outro homem enquanto esta cidade se chamar Crisópolis.

Biografia

NÉLSON ALMEIDA SANTIAGO (in memoriam)


Nascido a 23 de fevereiro de 1940, na Fazenda Lagoa do Jenipapo de propriedade de seu avô paterno, Theodoro Dias Santiago, localizada nas terras do Município de Itaberaba, da microrregião do Piemente da Chapada Diamantina.

Filho de pais não alfabetizados, pequenos lavradores, o primogênito Nélson sempre demonstrou, mesmo exercendo as atividades de lavrador, vocação para estudar. Com 12 anos de idade comprou uma carta do ABC, aprendendo por intuição própria a conhecer as letras do alfabeto, no que também procurou imitá-las escrevendo-as.

No ano de 1953, seu avô materno inaugurou um Prédio Escolar na sua Fazenda denominada Malhada Grande e muito distante, teve que deixar o convívio de seu lar para ir estudar morando com seu avô Galdino Almeida Porto, de quem recebeu uma Cartilha do Povo, na data de 13 de maio de 1953, presente do avô, cujo livro ainda faz parte de suas lembranças escolares.

Terminado o estudo da Cartilha já se considerava alfabetizado.

Voltando para casa de seus pais, dedicou-se aos afazeres da roça, mas, sempre com o cuidado de fazer cópias, ler bulas de medicamentos e aprimorar os conhecimentos adquiridos no seu tempo de cartilha.

No ano de 1956, o então Deputado Federal, Dr. Raphael Cincurá de Andrade, tomando conhecimento do seu apego pelo o estudo o encaminhou para Salvador, o que foi plenamente aceito e, tendo chegado à Capital, foi residir no Bairro da Barra, na Avenida 7 de setembro, matriculando-se na Escola Estadual Conselheiro Dantas no mesmo bairro onde fez o seu Curso Primário. Em seguida, o ginásio no Colégio São Salvador e o Curso Clássico no tradicional Colégio Central da Bahia, onde conhecera valorosos mestres.

Até a conclusão do curso de humanidades (Colegial Clássico), acalentava o sonho de bacharelar-se em Direito. Desistiu na porta da Universidade Federal, recuando na sua carreira estudantil para fazer o Curso Normal (Magistério) no qual fora diplomado professor em 19 de novembro de 1966 (primeira formatura daquele ano na Capital), quando teve a honra de ser o ORADOR OFICIAL da turma no salão nobre do Palácio da Cultura.

Tendo lecionado em 1967 na cidade de Ibiquera na Chapada Diamantina, em julho de 1968, recebeu o convite do então Prefeito Municipal de Crisópolis, Sr. Luiz Coelho Moreira Caldas, para vir lecionar nesta cidade, sendo nomeado em 01 de agosto de 1968, data de sua chegada.

Assunto ao cargo, dois anos mais tarde fora indicado para a função de Secretário da JUNTA DE SERVIÇO MILITAR do Município, desempenhando concomitantemente as funções de Escrivão da Delegacia de Polícia por 9 anos, professor, coordenador do Movimento Brasileiro de Alfabetização – MOBRAL na jurisdição de Crisópolis, do Projeto ASTEM com a Secretaria da Educação do Estado, chefe da Unidade Municipal de Cadastramento de terras credenciado pelo INCRA e mais tarde aprovado em dois concursos no âmbito da Secretaria Estadual da Educação, passou a acumular as funções de professor.

Em 1978, foi convidado pelo Sr. Romeu Joaquim de Santana, então Prefeito, para fundar o Ginásio do Município, no que tendo organizado toda a documentação necessária e autorizado o funcionamento do ensino de 5ª a 8ª serie fora escolhido seu primeiro diretor, em cuja função permaneceu 18 anos, cabendo-lhe, também, a responsabilidade pela organização da implantação do 2º grau (formação para o magistério), verificando-se a colação de grau de dez (10) turmas, atualmente, maioria dos professores que fazem a educação patrocinada pela Prefeitura do Município.

Ao longo de seus 41 anos de serviços prestados ao Município ininterruptamente, dedicou-se a pesquisar a história de Antônio Conselheiro, fundador do Arraial do Bom Jesus, hoje Crisópolis, estudando através de livros e jornais, no que vem fazendo a sua divulgação nas salas de aulas, no jornal à Tarde em colaboração com o Dr. Judélio do Carmo, ex-Prefeito de Alagoinhas, recentemente falecido, bem como o texto da História de Crisópolis, publicado na Cartilha a Bahia de Hoje (pag. 118 – 119), organizado em 1985.

Foi o redator responsável por elaborar uma síntese da geografia e da história deste município, abrangendo as suas principais tradições, cercado dos conhecimentos adquiridos há mais de quatro (4) décadas, está tendo a honra de submeter à construção da Cartilha, modesta, em linguagem acessível, aos estudantes, aos filhos da terra e aos leitores e críticos que possam contribuir da melhor forma possível para que a nossa história prossiga norteando o desenvolvimento de Crisópolis, rumo ao porvir.

Esta foi mais uma parcela das muitas e muitas contribuições, que despretensiosamente dedicou a esta abençoada terra.

Contou com o tempo de serviço ultrapassado para gozar de sua aposentadoria, ainda resistiu e insistiu em permanecer em atividades por extremo amor ao trabalho e coerência com o civismo, até o seu último dia de vida.

Para esposa, filhos, netos e amigos, a memória deste grande mestre, que vive em nossos corações.

Crisópolis em Foco: Informação e Cidadania.


  • Comentar via Blogger
  • Comentar via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Nelson Almeida Santiago, conheça a História desse grande homem que tanto contribuiu para a construção de Crisópolis Rating: 5 Reviewed By: CRISOPOLIS EM FOCO