Adspace 728x90

Prefeito de Crisópolis vai à rádio e rebate críticas conferidas pelo padre à administração municipal

O prefeito de Crisópolis, Edinal Costa, concedeu entrevista à Radio Luandê FM de Tobias Barreto - Se, na tarde desta quarta-feira (22) e rebateu algumas críticas que vem recebendo do pároco do município. 

Segundo o prefeito, não havia a necessidade deste comportamento entre as partes, uma vez que assim que tomou posse em janeiro de 2013, seu primeiro passo foi reunir e debater questões importantes e de interesse da paróquia, essa foi a prioridade inicial que teve como administrador de fato, entretanto, tal comportamento não parece ter conquistado de maneira nenhuma a impatia do clérigo.

Edinal enfatizou ainda que na sua gestão tem priorizado sim, resolver os problemas relacionados à saúde, tanto que vem constantemente dando manutenção nos equipamentos hospitalares que dispõe, adquiriu 50 mil reais em equipamentos para o laboratório de análises clínicas, pondo-o para funcionar, onde este tem uma demanda de mais de cem atendimentos mensais, bem como, a aquisição de uma ambulância com recursos próprios que custou 56 mil reais e servirá para suprir a demanda existente no município, relatou ainda, do respeito e presteza que vem tendo com as comunidades rurais no fornecimento contínuo de água, manutenção e escavação de poços artesianos, recuperação de estradas vicinais, aquisição de bombas hidráulicas e ampliação das redes de água nos diversos povoados do município. Ainda abordou a conquista de ônibus, caçamba, carro pipa, retroescavadeira, pá enchedeira e patrol, que elevarão o município a outro patamar no que diz respeito à manutenção de suas necessidades logísticas.

Além disso, vem executando a construção do ginásio de esportes da Escola Municipal Professor Edgard Santos, buscando junto a entidades superiores a reabertura do matadouro municipal e garante que muitas outras conquistas serão trazidas no decorrer de sua gestão.

Na ocasião em que o prefeito fazia o seu pronunciamento, o vereador Chico Montalvão também entrou em cena, e relatou que “a câmara de vereadores não está sendo omissa, nem acobertando eventuais desmandos do prefeito conforme ouvira anteriormente em discurso proferido pelo prior, outrossim, busca em parceria com a administração para resolver as necessidades da população, deixando de lado a busca por confronto direto, pois, isso prejudica o andamento e dissolução de problemas que persistem e figuram não só em Crisópolis, mas, em todo o território nacional”.

O edil ainda relatou que em visita ao Bispo, os vereadores não pediram o afastamento do pároco e sim a parceria para discutirem questões sociais, ressaltando que o confrontamento político só traria prejuízos à população.

Em continuação o prefeito, ainda relatou que estava difícil conseguir administrar, com a herança de uma “herança maldita” decorrente de outras gestões passadas, salientando que perdura desde muitos anos antes, quando o INSS não imperava em cobrar os devidos deveres patronais à instituições públicas, fator que acabou gerando uma dívida que recai mensalmente sobre os umbrais da administração a quantia de 500 mil reais, prejudicando consideravelmente a execução de muitas benfeitorias que poderiam ser oferecidas aos munícipes desta terra.

Finalizou agradecendo à emissora pelo espaço cedido e, à comunidade pela confiança e paciência no andamento do seu trabalho, de sua administração.



Crisópolis em Foco: Informação e Cidadania.









  • Comentários Blogger
  • Comentários Facebook

2 comentários:

  1. ROBERTO FELICIANO.

    Pessoal, um ponto que devemos observar...

    A Festa do Bom Jesus é do povo de Crisópolis... Este evento é quase um Patrimônio dessa comunidade e por isso é descabível a quem quer que seja, sentir-se dono dela. Não pertence a esta ou aquela pessoa, instituição pública, religiosa ou privada. O que temos que ver é que o religioso é apenas parte da festa, que com outros aspectos comemorativos, agregam valores para o evento... Parece até que: alguém chega ontem, não sabe de todo um passado e se apodera, dita ordens, perde o foco de texto (seu real papel) e muda tudo, sem consultar um povo. E Já pensou se o papa ao chegar no Brasil fosse falar de Lula... Risos?
    Coitada da real intenção da Celebração – a Fé.
    Reflitam comigo: esta data faz a alegria das famílias ao receber o abraço de seu filho ou parente que está distante e nestes dias vem curtir a Festa de Janeiro... Cidades vizinhas, pessoas da capital e de outros estados, marcam presença em Crisópolis nesses dias... Isso gera lucro e evidência a cidade com aspectos positivos.
    Alem de lazer, diversão, integração social tem o lado cultural... A História, o Passado, a Origem da cidade, são defesas importantíssimas e totalmente ligadas a Festa de Janeiro, que nos últimos anos vem perdendo seu vigor, devido à formatações alheias ao que o povo já tinha anteriormente.
    Lideres religiosos, políticos e/ou sociais devem ser diplomáticos e serem capazes de agir com bom senso, porque algo que tem mais de 100 anos não pertence a quem chega hoje.
    Entendo a posição de qualquer religioso – o pastor zela de suas ovelhas. O problema é que cada ovelha tem o pastor que merece e existem aquelas que não aceitam ser submissas, reduzidas ou controladas, nem obrigadas a aceitar tudo.
    Também compreendo a posição do prefeito... Nele, aliás, consigo ver boas intenções. Com uma maneira atenciosa, simples de ser e atender cada um, na busca de soluções para um povo que cresceu e viveu junto com ele... E melhorias podem sim, já estar acontecendo, devido às boas intenções que ele, como administrador do município, tem para com o seu povo. O problema é que não é fácil para qualquer político colocar a maquina em ordem e isso são coisas do Brasil inteiro, não é de uma cidade só.
    Se outra pessoa, cidadão comum, ou religioso... Estivesse lá no gabinete da prefeitura, os problemas seriam os mesmos ou até pior... Sabe por quê? Porque até hoje não houve um papa que resolvesse todos os problemas de sua igreja.
    Bem... Até para mim mesmo, falar é fácil. É como bem abordaram num comentário acima ficou bem colocada a máxima: CADA MACACO NO SEU GALHO.
    Ah! Parabéns ao pessoal que faz o Crisópolis em Foco, ainda não sei quem está tendo essa belíssima ideia, de mostrar os fatos... Mas é isso ai. Parabéns a todos. E eu amo a minha cidade.
    Felicidades...

    ResponderExcluir
  2. A festa "profana" de crisópolis pode até está perdendo o seu vigor, mas a festa religiosa do verdadeiro Bom Jesus, para aqueles que realmente entende que ele não deve ser festejado apenas no mês de Janeiro de cada ano, nunca perdeu o seu brilho e sim tem aumentado a cada dia e este ano inovou mais uma vez. Pois ao invés de serem celebradas, apenas, 09 missas foram celebradas 25 e todas foram bem aceitas, caracterizadas e participadas. Porque em cada uma delas foi valorizado um dos diversos profissionais da sociedade civil local como: Professores, trabalhadores rurais, funcionários públicos etc. E é bom ficar bem claro que a Festa do Bom Jesus é do povo Catolico (praticante) de Crisópolis, pois quando não se destaca se envolve todo mundo e tem-se a impressão que os evangélicos aprovam e participam e isso não é fato verdadeiro e além disso os nossos conterrâneas que vêm visitar, apenas, seus parentes poderão vir a qualquer momento. Jesus Cristo foi e é o melhor e maior Pastor e como tal sabia que precisava zelar sua ovelhas de todo tipo de predador e sabia que zelar era muito mais que olhar, era: proteger, cuidar, amar e instruir para que elas pudessem caminhar e se defenderem sozinhas e em momento algum ele misturou, tradição, religião e fé. A igreja missionária percorre as comunidades em busca daqueles que ainda não descobriram a alegria e o prazer de vivenciar sua fé na presença do Pai, assim como Jesus vivenciou. Portanto, evangelizar é preciso para reavivarmos o dom de Deus que há em cada um de nós. Por isso, é melhor deixar as esquinas, vendo apenas os defeitos e vivendo de tradição que não engrandece nem edifica sua fé e passar a ser mais um entre a multidão que caminha em busca da paz, da harmonia e união. Enfim, em busca da vida eterna....

    ResponderExcluir

Item Reviewed: Prefeito de Crisópolis vai à rádio e rebate críticas conferidas pelo padre à administração municipal Rating: 5 Reviewed By: Unknown