Adspace 728x90

“Vigilância Tigre” segurança patrimonial auxilia a comunidade no combate e na solução de crimes em Crisópolis

Como surgiu a Vigilância Tigre 


Com o intuito de diminuir a criminalidade na cidade, os moradores adotaram os serviços de vigilância patrimonial privada para complementar o trabalho feito pela segurança pública. Os proprietários de imóveis residenciais no perímetro residencial da sede e dos principais povoados do município, há muito tempo aderiram à iniciativa. Dados aferidos recentemente apontam que o trabalho conjunto dos vigilantes na comunidade local tem gerado frutos positivos.

A parceria entre a segurança privada e a comunidade tem gerado frutos positivos tanto na sede quanto nos povoados preservados pelos homens da vigilância tigre, é notável a diminuição dos casos de roubos e arrombamentos a imóveis residenciais, havendo esporadicamente apenas a ocorrência de pequenos furtos, quando acontece.

A segurança é dever do Estado, garante a Constituição nacional, mas com os altos índices de criminalidade registrados no País, a sensação de insegurança tem feito com que a população recorra à contratação de empresas especializadas em proteção patrimonial e pessoal. 

Só no Brasil, há 2 mil empresas que atuam no mercado de segurança privada. O setor já atingiu um grande patamar e cresce a cada ano em virtude da elevação dos índices de criminalidade e consequentemente a sensação de insegurança. Conforme mostra o levantamento da Abrevis - Associação Brasileira das Empresas de Vigilância, a qual a Vigilância Tigre é associada, o número de vigilantes particulares, hoje em 600 mil, ultrapassa o contingente das polícias Federal, Civil e Militar que é de 500 mil. Só a cidade de São Paulo conta com 100 mil profissionais fardados. 

Por tudo isso, o trabalho da segurança privada, como acontece no município, na sede e nos povoados da zona rural, mostra-se eficaz para inibir os usuais crimes urbanos de arrombamentos, depredação e furtos são veementemente combatidos, sendo de forma inteligente evitados pelos próprios seguranças, quando há casos de maior gravidade que requer a ação da polícia os prepostos policiais militar ou civil são acionados com rapidez, evitando qualquer prejuízo ou consumação da atividade delituosa. 

Para a comunidade crisopolense, a parceria com a comunidade aderindo ao serviço de segurança patrimonial é essencial para o fortalecimento da empresa com a contratação e preparação dos homens além do investimento em aparatos tecnológicos como (câmeras, lanternas, veículos e demais equipamentos). E, também contribuirá para uma ação inteligente da equipe, pois, os seguranças têm uma visualização maior das atividades ilícitas decorridas ao longo da noite nas áreas mais remotas da cidade e poderá evitar a consumação dos crimes ou até mesmo acionar a polícias e prender criminosos.

Os vigilantes são fundamentais para completar o trabalho de proteção à população. Não há como negar a importância da segurança privada. Sua ausência pode agravar ainda mais os casos de roubos e furtos na região. A atuação da Vigilância Tigre tem sido extremamente útil no combate à depredação e/ou violação do patrimônio público e particular.

Sobre a parceria com a Secretaria Municipal da Educação, o trabalho foi intensificado após tentativas de roubos nas escolas mais isoladas. Para se ter uma ideia do problema o número de ocorrências foi reduzido drasticamente, causando uma enorme sensação de conforto à população dessas localidades, inclusive os casos de tentativas de estupros que de forma esporádicas aconteciam na cidade, desde a inserção da segurança patrimonial privada, apenas um caso foi registrado quando do início dos trabalhos na cidade, daí pra cá só vem reduzindo todas as incidências de crimes que eram comuns a esta região.

Neste período, concentramos esforços aumentando a ronda com a viatura da Empresa. Também colocamos à disposição da comunidade um maior número de homens em motocicletas em determinadas ocasiões e de maior gravidade os homens se deslocam dando maior conforto e segurança ao pessoal atendido pelo nosso trabalho. Por conta dessas iniciativas, a tendência dos índices de criminalidade é diminuir na região”, esclarece o Senhor Hélio, sócio proprietário da empresa de vigilância Tigre.

No Buril e Entroncamento do Pinto, por ser uma área atípica, pois é bairro residencial planejado, com entradas e saídas localizadas, torna-se vulnerável por causa do entorno. Mesmo assim, a ocorrência de roubos e furtos é baixa por conta da vigilância preventiva.

A ação da Vigilância Tigre certamente reflete na diminuição de roubos e furtos da região. Os vigilantes são essenciais para levantar dados sobre a criminalidade do local. Eles atuam como nossos aliados na luta contra a violência e quem ganha com essa prestação de serviço é a população, explica Hélio. A segurança só vai funcionar se todos nós cidadãos formos vigilantes. Não basta ter dispositivos tecnológicos e contratar profissionais especializados, se as nossas atitudes facilitarem a ação da criminalidade. 

As principais atribuições da Vigilância Tigre são: zelar pela segurança dos moradores, exercendo vigilância privada em cooperação com a segurança pública; fazer respeitar as restrições de idade exigidos para circular na rua, coibir ações suspeitas, dispersar grupos de adolescentes usando entorpecentes e impedir atividades incompatíveis com a zona residenciais particulares que contribuem para o trabalho da segurança; cuidar das áreas contribuintes, evitando que haja depredação, furto ou roubo, bem como violência contra os proprietários; representar os residentes perante o poder público para fazer valer seus direitos, firmar parcerias e obter melhorias de infraestrutura, iluminação e saneamento.

Contato: (75) 9906-2314

Crisópolis em Foco: Informação e Cidadania!


  • Comentar via Blogger
  • Comentar via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: “Vigilância Tigre” segurança patrimonial auxilia a comunidade no combate e na solução de crimes em Crisópolis Rating: 5 Reviewed By: Hamilton Bispo