Jovem se passava por dançarino da Black Style para chantagear mulheres

De um lado um homem moreno, musculoso, um dançarino de pagode que atrai muitas mulheres. De outro, um jovem franzino, com o rosto repleto de acne. Os dois perfis opostos se cruzaram na rede social em um esquema de chantagem com vídeos íntimos.

Ravel Pereira Santos, de 21 anos, foi preso em flagrante, na sexta-feira, em frente ao Motel Fantasy Inglês, na Boca do Rio, enquanto tentava manter relações sexuais com uma jovem de 19 anos.

Ravel, que é repositor de estoque de um supermercado, hackeou as conta de e-mail e do Facebook do dançarino da banda Black Style, Erick Danthas, e se passou por ele para conseguir vídeos sensuais de mulheres com quem mantinha contato. De posse dos vídeos, Ravel passava a chantagear as vítimas, ameaçando divulgar os arquivos na internet caso elas não aceitassem manter relações sexuais com ele.

O hacker chantageou dez mulheres, sendo que duas cederam às ameaças e se relacionaram sexualmente com o indivíduo. De acordo com o delegado Charles Leão, do Grupo de Repressão aos Crimes por Meios Eletrônicos, Ravel começou a hackear contas de e-mail e redes sociais quando ainda tinha 16 anos. “Ele se utilizava de respostas fáceis às perguntas de segurança das contas. Com as senhas, ele conseguia acesso ao Orkut e MSN, na época”, contou. Desde então, ele conseguiu acessar contas de e-mails e rede sociais de cerca de 50 pessoas.

A última vítima foi quem denunciou o criminoso à polícia e avisou o dançarino que ele estava sendo hackeado. “Ela me conhece. Me disse que minha imagem estava sendo usada. Eu não conheço esse cara. Segunda-feira vou dar queixa contra ele”, afirmou Erick Danthas, em entrevista ao CORREIO. Em seu perfil original do Facebook, o dançarino publicou a seguinte mensagem: “Galera encarecidamente venho através deste informar que só obtenho esse perfil no Facebook! Quem adc vcs nesse Facebook (link do perfil falso), denuncie! Obg pela colaboração de todos”. 

No perfil original do Facebook, o dançarino Erick Danthas esclarece que está sendo rackeado. Ravel dos Santos, o racker, está preso.

Na delegacia, a vítima contou que ele tinha um perfil agressivo. “Ele usava palavras muito fortes para ameaçá-las e ainda dizia: ‘Umas pensam, outras se arrependem. Você vai querer o quê?’”, revelou o delegado. Ele disse ainda que Ravel afirmou ser fã da banda de pagode, mas que a escolha dos perfis que iria hackear era feita aleatoriamente.

Ele está preso na 1ª Delegacia de Polícia, no Vale dos Barris. Com ele foram apreendidos dois smartphones que continham fotos íntimas das vítimas. A polícia também apreendeu o computador de Ravel, que tem 15 vídeos de mulheres. Ainda de acordo com o delegado, atualmente, ele estava de posse de cinco senhas de pessoas, incluindo a de Erick.

O delegado explicou que Ravel não tem passagem pela polícia, mas foi aplicada a prisão preventiva para evitar a destruição de provas. Ele foi autuado em flagrante pelo art. 307, falsa identidade, art. 155-A, invasão de dispositivo informático alheio, e pelo art. 14, tentativa de estupro.

Correio


  • Comentar via Blogger
  • Comentar via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: Jovem se passava por dançarino da Black Style para chantagear mulheres Rating: 5 Reviewed By: CRISOPOLIS EM FOCO