PM que matou colega sargento disse que motivo da briga foi uma mulher

O soldado PM Eduardo Nascimento da Mata, apontado como o autor dos disparos que tirou a vida do também militar Adailton Soares dos Santos, de 49 anos, lotado na 82ª Companhia Iindependente da Polícia Militar (CIPM/CAB), foi ouvido, na tarde de terça-feira (3), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba.

À delegada Jamila Cidade, que preside o inquérito, o soldado disse ter discutido com Adailton por causa de uma mulher que a vítima pretendia convidar para beber com o grupo.

Como recusou a companhia dela entre eles, acabou sendo esmurrado por Adailton, que, segundo ele, teria feito ameaçado sacar uma arma. Para se defender, Eduardo atirou primeiro, embora não soubesse precisar a quantidade de tiros disparados contra o colega. Apesar de informar que a arma usada no crime pertencia ao seu pai, um revólver calibre 38, não soube dizer onde a teria abandonado, alegando esquecimento. Depois do interrogatório, Eduardo foi conduzido por uma guarnição da PM para a corregedoria.

Pelo menos seis testemunhas do crime já foram ouvidas no DHPP. A delegada Jamila Cidade ouvirá ainda a proprietária do estabelecimento onde aconteceu o homicídio, uma mulher de prenome Lourdes, vendedora de churrasquinho, a sogra de Eduardo, assim como outros comerciantes e moradores do local. A delegada também aguarda os laudos periciais, cadavérico e de local de crime, para posteriormente remeter o inquérito à Justiça.


  • Comentar via Blogger
  • Comentar via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: PM que matou colega sargento disse que motivo da briga foi uma mulher Rating: 5 Reviewed By: CRISOPOLIS EM FOCO