As ''celebridades'' sem photoshop e o falso padrão de beleza

famosas,praia,biquini
Em todo o mundo, mulheres sofrem constantemente por buscas fracassadas por um padrão de beleza estipulado pelas mídias e campanhas publicitarias. Inclusive, nas últimas semanas, vem sendo exibida pela internet uma nova campanha publicitária da Pantene, uma famosa marca de produtos para cabelos femininos. O vídeo em questão se inicia com o momento que uma modelo brasileira internacionalmente famosa faz uma revelação bombástica: cabelo envelhece.

A partir daí, a propaganda mostra várias mulheres chocadas e perturbadas com o próprio cabelo, explicando que todas as mulheres agora têm um novo motivo para se preocupar. Isso não é um caso isolado, pesquisas mostram que diariamente, somos bombardeados com mais de 6 mil anúncios de publicidade por todos os lados, e é claro que dizer que você é bonita do jeito que você é, não vai render nenhum centavo.

Conheça a Baiana Mari Gonzales nova estrela do Pânico na Band

Um interessante artigo foi publicado no The British Journal of Psychiatry, em 2002, mostrando o impacto da TV na mudança dos hábitos alimentares e nos comportamentos das mulheres das ilhas Fiji, no Pacífico, após os três primeiros anos de exposição, a partir de 1995. Pesquisadores detectaram que, depois que a TV passou a exibir mulheres magras e com beleza incomum, as nativas das ilhas Fiji começaram a fazer dietas e a apresentar transtornos alimentares, como anorexia e bulimia, que antes eram praticamente inexistentes nas ilhas.

Essa pesquisa foi prova incontestável do impacto da TV no inconsciente coletivo de uma sociedade tradicional. Antes do contato com a TV, as mulheres nativas tinham índices razoáveis de satisfação com seu corpo, eram emocionalmente livres, alegravam-se na contemplação do céu, dos pássaros e das ondas do mar. Depois de submetidas às imagens e mensagens veiculadas pela televisão, começaram a desejar serem semelhantes às mulheres esqueléticas do continente "desenvolvido".

O fato de que a indústria de beleza é voltada para as mulheres não é uma descoberta recente. A feminista Naomi Wolf já havia escrito sobre o assunto em 1991, quando publicou "O Mito da Beleza", livro onde explica como as duras cobranças sobre a aparência física feminina dificultam a vida das mulheres.

O Psiquiatra e escritor renomeado Augusto Cury, ao ser perguntado se existe pessoas bonitas ou feias, foi incisivo e esclarecedor : ''É totalmente incorreto afirmar isso! Toda pessoa tem uma beleza única e particular. Aliás, um dos maiores crimes, na atualidade, tem sido um crime no inconsciente, levando as pessoas a acreditar que, pelo fato de elas não estarem dentro dos padrões de beleza estabelecidos pela mídia, os quais colocam modelos magérrimos, esquálidos, e muitas vezes, doentios de acordo com o padrão "ametina", e pelo fato de não se identificarem com este padrão de beleza, as pessoas acabam se sentindo feias, excluídas, não amadas e não valorizadas.''

Um caso ficou famoso e ganhou repercussão na internet, quando uma apresentadora respondeu um telespectador que à chamou de gorda,

veja o vídeo :

 

O Psiquiatra ainda reforça que esse padrão é maléfico e prejudicial à saúde das mulheres : ''Mais de um bilhão de mulheres estão doentes, elas rejeitam uma área do corpo, têm baixíssima auto-estima, sofrem de ansiedade, angústia, mau humor porque não conseguem se enxergar belas, de modo que procuram de maneira desesperada o corpo que não têm, e querem ser o que não são, não conseguindo perceber que a vida é um espetáculo único, imperdível e insubstituível.''


famosa, mostrando,abdomen
O objetivo desse artigo não é dizer que as ''celebridades'' citadas aqui são feias, mas sim mostrar que o padrão que elas próprias cultuam, não são adotadas nem por elas, à não ser nas revistas e fotografias. A definição de beleza segundo o dicionário: qualidade do que é belo, agradável ou que desperta admiração.

A beleza é uma experiência, um processo cognitivo ou mental, ou ainda, espiritual, relacionada à percepção de elementos que agradam de forma singular aquele que a experimenta, não pode e não deve ser padronizado A beleza agrada a quem vê, muitas vezes não podemos definir o que achamos belo. Simplesmente nos sentimos bem em admirar certas formas, figuras, paisagens ou pessoas.

Foi usado como referência o livro ''Ditadura da beleza e a revolução das mulheres'', blog Simplicidade Voluntaria, e o artigo Padrão Imposto, mulheres aprisionadas, da própria Folha Social.






  • Comentar via Blogger
  • Comentar via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Item Reviewed: As ''celebridades'' sem photoshop e o falso padrão de beleza Rating: 5 Reviewed By: CRISOPOLIS EM FOCO